Acusado de duplo homicídio, brasileiro é preso pela polícia boliviana em Puerto Suarez

Outros quatro brasileiros são procurados pela polícia acusados de terem participação na morte de uma ex-modelo e seu pai

Comentar
Compartilhar
22 nov 2016 Por Erik Silva 12h07
Boliviano foi apresentado vestindo um uniforme semelhante ao que teria usado no assalto a uma joalheria, brasileiro vete uma camiseta azul / Foto: El Deber

Boliviano foi apresentado vestindo um uniforme semelhante ao que teria usado no assalto a uma joalheria, brasileiro veste uma camiseta azul / Foto: El Deber

O departamento de polícia boliviana prendeu no último final de semana um brasileiro identificado como Clebeonir Miguel Ponte de Almeida, acusado de ter participação na morte de duas pessoas, o crime ocorreu no bairro de San Antônio, no distrito de Pampa de La Isla em Santa Cruz de La Sierra, no dia 23 de outubro deste ano.

De acordo com o periódico El Deber, um outro cidadão boliviano também foi preso, ele é acusado de ser o motorista que levou os criminosos que dispararam contra as vítimas. O boliviano foi detido nas proximidades da UCEBOL em Santa Cruz de La Sierra  e o brasileiro foi preso em Puerto Suarez.

Outras cinco pessoas que teriam participação no crime ainda estão foragidas, sendo quatro delas brasileiros, de acordo com informações da polícia boliviana. Rene Salazar, comandante geral da polícia boliviana, afirmou que o assassinato de Miguel Santa Rosa e sua filha Laura Santa Rosa, teria sido motivado por vingança e uma possível ligação em negócios ilegais do pai da jovem com o tráfico de drogas.

Ainda de acordo com as investigações reveladas pela polícia local, o mandante do crime seria um brasileiro identificado como Orlando M.D.S, que utiliza uma identidade falsa em nome de Júlio Cesar H.B, ele era genro de Miguel e namorado de Laura. O fugitivo comandava os negócios ilegais junto ao sogro, mas a parceria foi desfeita após um desentendimento, que segundo as autoridades bolivianas teria motivado a vingança.

Os presos foram conduzidos a penitenciária de Palmasola na cidade de Santa Cruz de La Sierra.

Com informações El Deber

 

https://www.youtube.com/embed/0XKWEpfeHF0

Colunas

Contraponto