Adolescente de 15 anos mata, rouba e confessa para tia

Companheira do suspeito é investigada se teve participação no assassinato. Homem, ainda não identificado, foi assassinado a golpes de faca em casa localizada na Rua Francisco Manoel da Silva, no Bairro Los Angeles, região sul de Campo Grande. A vítima foi encontrada morta depois de adolescente, de 15 anos, confessar para tia que havia cometido […]

Comentar
Compartilhar
30 set 2016 Por Correio do Estado 9h50

Companheira do suspeito é investigada se teve participação no assassinato.

políciaHomem, ainda não identificado, foi assassinado a golpes de faca em casa localizada na Rua Francisco Manoel da Silva, no Bairro Los Angeles, região sul de Campo Grande. A vítima foi encontrada morta depois de adolescente, de 15 anos, confessar para tia que havia cometido o homicídio. O fato ocorreu na tarde de ontem.

Tia do adolescente avisou pelo 190 da Polícia Militar que o sobrinho havia lhe telefonado afirmando ter assassinado um homem e roubado dele dinheiro e motocicleta. Ainda, que o corpo estava na casa onde o garoto morava com mulher, de 29 anos.

Policiais foram ao endereço conferir a denúncia, no Bairro Los Angeles, mas a porta da casa estava trancada com cadeado do lado de fora. Como não havia ordem da Justiça para invasão, tiveram que retornar.

Momentos depois, a tia ligou novamente avisando que o sobrinho e a companheira tinham recém saído correndo do imóvel e deixado a porta aberta. Novamente no local, militares encontraram o homem morto no banheiro, com perfurações de faca.

A vítima teve motocicleta Shineray roubada e R$ 450. O homem não portava documentos e, segundo o Instituto de Medicina e Odontologia (Imol), continuava sem identificação, na manhã de hoje.

É investigado se a companheira do adolescente teve participação no assassinato. Além disso, apura-se a motivação. Testemunha declarou para policiais que na noite anterior a vítima havia ”cantado” a companheira do adolescente em bar, quando consumiam bebida alcoólica.

Informação inicial é que o garoto convidou o homem para beberem juntos e não está descartado que o assassinato já estivesse planejado. O caso foi registrado na delegacia plantonista da Vila Piratininga como roubo seguido de morte (latrocínio).  O casal ainda não foi encontrado.

https://www.youtube.com/embed/0XKWEpfeHF0

Colunas

Contraponto