Antes de ser morto, jovem avisa e esposa o encontra com tiro na nuca

Vítima deixava região de fronteira quando foi executado por pistoleiros Luís Henrique Rufino Marques, de 25 anos, foi executado com tiro na nuca. Rapaz foi baleado na terça-feira e conseguiu avisar a esposa, por telefone. Ela encontrou o corpo por volta das 19h de ontem, em meio a uma plantação de mamona, na margem da […]

Comentar
Compartilhar
20 out 2016 Por Correio do Estado 7h50

Vítima deixava região de fronteira quando foi executado por pistoleiros

luis-henrique-rufino-marques-morto-leo-veras

Corpo de Luís Henrique foi encontrado pela esposa – Foto: Externa: Divulgação / Interna: Léo Veras

Luís Henrique Rufino Marques, de 25 anos, foi executado com tiro na nuca. Rapaz foi baleado na terça-feira e conseguiu avisar a esposa, por telefone. Ela encontrou o corpo por volta das 19h de ontem, em meio a uma plantação de mamona, na margem da BR-463, em Ponta Porã.

De acordo com o Porã News, Luís Henrique, que tem passagem por crime de tráfico de drogas, conseguiu ligar para a esposa por volta das 22h de terça-feira e avisar que estava ferido.

A mulher foi até o local indicado pelo marido e passou a procurá-lo, ocasião em que o encontrou morto. Ela então acionou equipe da Polícia Civil.

A esposa contou para a polícia que Luís Henrique foi até a região de fronteira e retornava para casa na terça-feira à noite, em um veículo modelo Celta, que não foi encontrado.

Há cerca de uma semana, pistoleiros atiraram contra o portão da casa da vítima e há suspeita de que ele teria sido perseguido na região de fronteira por homens que estavam em três veículos. Caso é apurado por investigadores.

dsc_5578

Foto: Porã News

https://www.youtube.com/embed/C2slyyXpoVI

Colunas

Contraponto