Anuário de segurança aponta redução no número homicídios dolosos em MS

De acordo com os números publicados, houve uma redução de 7,8% em relação ao número de vítimas e ocorrências de homicídios dolosos

Comentar
Compartilhar
07 nov 2016 Por Noticias MS 8h06
Policiais, viaturas e armamento retornaram ao comando do 6º BPM e autor conduzido para Polícia Federal / Foto: Erik SIlva

Ao comentar a pesquisa, o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, avalia os bons índices obtidos como resultados das ações das instituições policiais / Foto: Erik SIlva

Dados do 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta quinta-feira (3), apontam que Mato Grosso do Sul está entre os estados da Federação que apresentam queda nos índices referentes aos crimes letais intencionais (homicídio doloso, latrocínio e lesão corporal seguida por morte).

De acordo com os números publicados, houve uma redução de 7,8% em relação ao número de vítimas e ocorrências de homicídios dolosos.  No caso dos latrocínios – roubo seguido de morte -, apresentaram incidência ainda menor, uma queda de 15,3%. Já em relação às ocorrências de lesão corporal seguida de morte, os índices apontam uma redução de 25,9%.

Ao comentar a pesquisa, o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, avalia os bons índices obtidos como resultados das ações das instituições policiais.  “São dados bastante positivos para o Estado que está investindo por meio do programa MS Mais Seguro, quase R$ 100 milhões para melhorar ainda mais estes índices, tanto no quesito redução da criminalidade, quanto na taxa de homicídios”, disse o secretário.

De acordo com dados do Ministério da Justiça, dos estados brasileiros, Mato Grosso do Sul é o que mais apreende drogas, tendo tirado de circulação no ano passado quase 281 toneladas de drogas, índice histórico, mas que já foi superado nesses primeiros dez meses deste ano pelas forças estaduais de segurança que apreenderam mais de 300 toneladas de drogas.

Quando o assunto é elucidação de crimes, Mato Grosso do Sul também é líder nacional, com taxa de mais de 69% nos municípios do interior e superior a 70% em Campo Grande, índice maior que países de primeiro mundo como os Estados Unidos e comparado ao do Reino Unido.

https://www.youtube.com/embed/C2slyyXpoVI

Colunas

Contraponto