Câmara exonera mais 99 assessores e número de demitidos já chega a 170

Exonerações foram publicadas no Diário Oficial desta quarta-feira

Comentar
Compartilhar
16 nov 2016 Por Erik Silva 11h26
Servidores efetivos da Câmara passarão dia do trabalhador sem motivos para comemorar / Foto: Erik Silva

Servidores comissionados foram exonerados no ultimo dia 10 / Foto: Erik Silva

Corumbá (MS)- Publicado na edição eletrônica do Diário Oficial do Município desta quarta-feira (16), a portaria nº 060/2016 do Poder Legislativo de Corumbá que traz a exoneração de mais 99 servidores que ocupavam cargos em comissão na casa de Leis Barão de Vila Maria. A exoneração tem efeito desde o dia 10 de Novembro e abrange ocupantes dos cargos de Assessores, Assistentes Parlamentares e Chefes de Gabinete.

A Câmara que já chegou a ter – de acordo com o Portal da Transparência – 181 vagas preenchidas exclusivamente por servidores comissionados, ou seja, sem a realização de concursos, manteve ainda alguns seletos servidores que segundo a Assessoria de Comunicação da casa, deverão, à exemplo dos demais, serem exonerados antes do final do mandato parlamentar em vigência que se encerra no final do ano.

No dia 21 de outubro deste ano, o Diário Oficial já havia notificado a exoneração de 71 servidores comissionados.

Na contramão da crise financeira

Contando com uma generosa quantia de nada mais nada menos que R$ 1,3 milhão de reais por mês, referente ao repasse realizado pelo Poder Executivo através do duodécimo, a última administração da casa promoveu, mesmo em tempo de grave crise financeira que atingiu estados e municípios em todo país, a criação de cargos e suplementação salarial de “seletos servidores” que chegavam a ganhar gratificações de até 150% sobre o salário base.

O Portal da Transparência chegou a divulgar e março deste ano, o pagamento de até R$ 32 mil reais, em um único mês, dispensado a uma servidora comissionada da casa. A suplementação salarial proposta pela presidência da Câmara, possibilitou ainda a um servidor efetivo, receber em outro mês a quantia de R$ 45 mil reais em um único mês.

 

 

https://www.youtube.com/embed/C2slyyXpoVI

Colunas

Contraponto