Carlinhos Brown contagia público na segunda noite do Festival América do Sul

Como prometido pelo artista, o show foi uma celebração a cultura sul-mato-grossense foi inserida por Carlinhos durante toda sua apresentação

Comentar
Compartilhar
13 nov 2016 Por Erik Silva 9h58
Carlinhos Brown contagiou o público em apresentação no FASP / Fotos: Erik Silva

Carlinhos Brown contagiou o público em apresentação no FASP / Fotos: Erik Silva

Corumbá (MS)- A segunda noite de espetáculos do Festival América do Sul Pantanal, foi marcada pela presença do artista Carlinhos Brown que levou uma multidão de pessoas até a praça Generoso Ponce. Nem mesmo o tempo instável e a chuva que chegou a cair no início da apresentação, desanimou as cerca de 12 mil pessoas presentes no palco principal que permaneceram animadas e agitaram a noite relembrando canções que consagraram a carreira  do musico baiano em sua primeira apresentação em Mato Grosso do Sul.

O carisma de Carlinhos Brown contagiou o público que respondeu positivamente a interação proposta pelo cantor com a plateia. A energia corumbaense também cativou Brown que fez questão de elogiar a alegria demonstrada em todas as canções, conhecidas pela animação marcante nos carnavais Brasil afora.

Alegria da platéia marcou apresentação do cantor baiano em sua primeira apresentação no Estado

Alegria da platéia marcou apresentação do cantor baiano em sua primeira apresentação no Estado

Como prometido pelo artista, o show foi uma celebração a cultura sul-mato-grossense foi inserida por Carlinhos durante toda sua apresentação. Uma das composições do artista ganhou uma versão que incluiu um dos símbolos mais marcantes de Corumbá, o Rio Paraguai. “Vamos cantar assim, água, água, água, água mineral, água mineral, água mineral do PANTANAL, você vai ficar legal”.

A versão caiu no gosto do público que cantou em coro a letra proposta pelo artista. Para Katia Fernandes, que acompanhou o show junto com a família, a apresentação de Carlinhos Brown reforçou a admiração que ela mantém pelo cantor. “É uma pessoa de muita luz e transmite isso quando interagem com o público, uma pessoa humilde, que demonstra sua preocupação com o próximo através da sua música e das mensagens que transmite em todo momento, com certeza não poderia ter sido uma escolha melhor para essa edição do festival”, comentou.

Terceira Noite do FASP

O Festival América do Sul Pantanal entra em seu terceiro dia de programação e a arte e música voltam ao palco principal do Evento montado na Praça Generoso Ponce. A partir das 20 horas a companhia de dança Ginga apresenta o espetáculo “Se você me olhasse nos olhos”. Já as 21 horas, a dança abre espaço para a apresentação do músico sul-mato-grossense Carlos Colman que promete um show emocionante relembrando grandes sucessos que marcaram época e retratam as belezas e emoções do Estado.

As 22h30 a cultura sul-americana entra em cena com a apresentação de Pascuala Ilabaca e Fauna, com sua música contemporânea com um toque raiz da cultura chilena.

Durante todo dia as atividades deste domingo são intensas em toda cidade de Corumbá, Ladário e na Bolívia, confira a programação completa AQUI

dsc_0454 dsc_0445 capa

https://www.youtube.com/embed/0XKWEpfeHF0

Leia Também

Colunas

Contraponto