Coligação “Por Amor a Corumbá” diz que denúncias não passam de calúnias e desespero

Corumbá (MS)- Logo após a divulgação de matérias contendo a informação de que policiais civis da Delegacia de Ladário havia encontrado dinheiro e material de campanha irregulares referente a campanha do atual prefeito de Corumbá Paulo Duarte, a coligação “Por Amor a Corumbá” emitiu uma nota, onde desaprova a forma com que a notícia foi […]

Comentar
Compartilhar
13 set 2016 Por Erik Silva 18h47
Paulo Duarte e Márcia Rolon foram confirmados como candidatos à reeleição  / Fotos: Erik Silva

Uma denúncia anonima feita a polícia civil apontava suposta irregularidade em material de campanha do atual prefeito / Fotos: Erik Silva

Corumbá (MS)- Logo após a divulgação de matérias contendo a informação de que policiais civis da Delegacia de Ladário havia encontrado dinheiro e material de campanha irregulares referente a campanha do atual prefeito de Corumbá Paulo Duarte, a coligação “Por Amor a Corumbá” emitiu uma nota, onde desaprova a forma com que a notícia foi divulgada de forma leviana e sem a devida apuração dos fatos, e atribui a denúncia ao “desespero de quem está perdendo as eleições e faz qualquer coisa para alcançar o poder”.

Confira na integra

Pelo respeito à população corumbaense e pela ética, a coligação Por Amor a Corumbá vem a público restabelecer a verdade. São caluniosas as informações de que um veículo do prefeito Paulo Duarte tenha sido apreendido pela Polícia Civil. Também são mentirosas as versões de que tenham sido apreendidos dinheiro ou material irregular de campanha.

O que na verdade ocorreu, conforme esclareceu o delegado Fernando Araújo da Cruz Junior, titular da Polícia Civil de Ladário, foi a verificação de uma denúncia anônima referente à suposta existência de material irregular de campanha. O delegado afirmou, em entrevista coletiva, que não havia nada irregular. Afirmou, ainda que o material de campanha encontrado estava devidamente acompanhado de nota fiscal. Crime comete quem faz denúncia falsa, tenta manchar a história e a honra de um candidato que se notabilizou pelo combate incansável às irregularidades e à corrupção. Criminosos são aqueles que tentam enganar o eleitor. São aqueles que tentam, ainda, envolver instituições sérias, como as Forças de Segurança, em armações com intuito de fazer politicagem.  

O delegado frisou que não houve nenhum crime, comum ou eleitoral, como foi noticiado de forma irresponsável e sem a devida apuração. A tentativa clara de desacreditar a nossa campanha não obteve sucesso graças ao trabalho sério e isento da Polícia Civil. Continuamos firmes e confiantes no nosso propósito, certos de que a nossa caminhada é e sempre será pautada pela ética e total respeito aos adversários, às Leis e a população. O desespero de quem está perdendo as eleições e faz qualquer coisa para alcançar o poder não nos tirará do nosso caminho, construído com muito trabalho, seriedade e honestidade.

 

Coligação Por Amor a Corumbá

https://www.youtube.com/embed/0XKWEpfeHF0

Colunas

Contraponto