Condutor é flagrado a 172km/h, no 1º feriado com mudanças na legislação

Adequações na Lei Federal 13.281 entrou em vigor nesta terça (1º) No primeiro dia, após adequações na legislação de trânsito entrarem em vigor, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) já autuou seis por embriaguez ao volante, durante a Operação Finados 2016 em Mato Grosso do Sul. As Fiscalizações com radar fotográfico também flagraram um condutor a 172km/h. A Operação tem […]

Comentar
Compartilhar
03 nov 2016 Por Erik Silva 7h06

Adequações na Lei Federal 13.281 entrou em vigor nesta terça (1º)

Motorista foi flagrado conduzindo veículo a 172 KM/hNo primeiro dia, após adequações na legislação de trânsito entrarem em vigor, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) já autuou seis por embriaguez ao volante, durante a Operação Finados 2016 em Mato Grosso do Sul. As Fiscalizações com radar fotográfico também flagraram um condutor a 172km/h.

A Operação tem por objetivo a redução de vítimas em acidentes de trânsito nas rodovias federais do país. No Mato Grosso do Sul, mais de 22 Unidades Operacionais e 10 Delegacias da PRF reforçam o policiamento preventivo.

As adequações na Lei Federal n. 13.281 exigem do motorista mudança de comportamento para o não cometimento de infrações de trânsito, especialmente aquelas que dão causa a acidentes graves como o consumo de álcool pelos motoristas.

No interior do estado, em Guia Lopes da Laguna, somente no início da Operação seis pessoas foram autuadas por estarem dirigindo sob efeito de álcool e tiveram suas CNHs (Carteira Nacional de Habilitação) recolhidas. Na mesma fiscalização um menor foi encaminhado à Polícia Civil por estar pilotando uma motocicleta na rodovia sem habilitação.

Fiscalizações com radar fotográfico já flagraram excesso de velocidade em mais que o dobro do permitido para a via. Esta infração é gravíssima, gera 7 pontos na carteira, mas diferentemente das outras multas por excesso de velocidade, há suspensão do direito de dirigir e apreensão do documento de habilitação.

A PRF ainda realiza abordagens educativas com o objetivo de conscientizar o motorista sobre a necessidade de viagens seguras.

As principais orientações aos motoristas é que dirijam sempre com os faróis acessos mesmo durante o dia na rodovias, façam uso do cinto de segurança para o motorista e passageiros, não realizem ultrapassagens em caso de dúvida ou em locais proibidos, não excedam o limite de velocidade e jamais dirijam em caso de consumo de bebida alcoólica.

Após o encerramento da Operação Finados, nesta quinta-feira (3) serão divulgados os dados finais relativos às fiscalizações.

 QUANTO VAI CUSTAR
Leves

As infrações consideradas leves, como parar sobre a faixa de pedestre, passam de R$ 53,20 para R$ 88,38, além de três pontos na carteira de habilitação.

Médias

Transgressões classificadas como médias, no caso de ultrapassar pela direita, passam a custar R$ 130,16, ante R$ 85,13 da cobrança anterior. A infração é punida ainda com quatro pontos.

Graves

Em caso de multas graves, como não usar o cinto de segurança, a cobrança vai de R$ 127,69 para R$ 195,23, e cinco pontos.

Gravíssimas

Infrações gravíssimas, como passa a ser o caso de uso indevido de vagas especiais em estacionamentos, custará R$ 293,47; antes, o valor era de R$ 191,54.

Multiplicador

Além disso, disputar rachas ou dirigir sob efeito de álcool são multas consideradas gravíssimas, com previsão de aplicação de multiplicador por dez vezes. Deixam de custar R$ 1.915,40 e passam para R$ 2.934,70, com possibilidade de dobrar em caso de reincidência.

Leia Também

Colunas

Contraponto