Corumbá possui o maior rebanho bovino do Estado e o segundo do país; aponta IBGE

  Corumbá (MS)- Mato Grosso do Sul tem duas cidades entre as cinco com o maior rebanho bovino do país. Segundo a pesquisa Produção da Pecuária Municipal (PPM) 2015, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Corumbá tem a segunda maior quantidade de animais entre todos os municípios brasileiros, com 1.775.101 cabeças e […]

Comentar
Compartilhar
04 out 2016 Por Redação 10h15

 

Com 1.775.101 cabeças de gado Corumbá possui o segundo maior rebanho de gado do país

Com 1.775.101 cabeças de gado Corumbá possui o segundo maior rebanho de gado do país

Corumbá (MS)- Mato Grosso do Sul tem duas cidades entre as cinco com o maior rebanho bovino do país. Segundo a pesquisa Produção da Pecuária Municipal (PPM) 2015, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Corumbá tem a segunda maior quantidade de animais entre todos os municípios brasileiros, com 1.775.101 cabeças e Ribas do Rio Pardo, na região leste, a terceira, com 1.101.726.

O maior rebanho bovino brasileiro, conforme o levantamento está localizado na cidade de São Félix do Xingu, no Pará, que tem 2.222.949 animais. Fecham o top cinco: Cáceres, em Mato Grosso, na quarta posição, com 1.083.531 cabeças e Marabá, também no Pará, na quinta, com 1.070.400 animais.

Quando analisados os dados dos estados, o IBGE aponta que em 2015 Mato Grosso do Sul se manteve como o quarto maior produtor de bovinos do país, com um rebanho de 21.357.398 cabeças, o que representa um incremento de 1,68% frente aos 21.003.830 de 2014. Essa quantidade representa 9,9% de todo o quantitativo de bovinos no Brasil.

O crescimento do rebanho sul-mato-grossense foi maior que a média do país na mesma comparação. Em 2014, o Brasil tinha 212.366.132 cabeças e em 2015 passou para 215.199.488, um aumento de 1,33%.

Os estados que ocupam as três primeiras colocações no ranking do país são: Mato Grosso, com 29.364.042 (13,6%), Minas Gerais, com 23.768.959 (11,0%) e Goiás, com 21.887.720 (10,2%).

Leia Também

Colunas

Contraponto