Damy e Barão do Rio Branco conquistam títulos da Corrida de Trilha, no Extreminho

No masculino, a prova foi dominada amplamente pela Escola José de Souza Damy que conquistou quatro das cinco primeiras posições

Comentar
Compartilhar
26 nov 2016 Por Ascom PMC 10h47
Prova foi disputada no Parque Martina Gattass (Foto: Marcos Boaventura) Prova foi disputada no Parque Martina Gattass (Foto: Marcos Boaventura

Prova foi disputada no Parque Martina Gattass (Foto: Marcos Boaventura) Prova foi disputada no Parque Martina Gattass (Foto: Marcos Boaventura

Rodrygo Soares dos Santos Alves, da Escola José de Souza Damy, e Keithielly Valdonado Balejo, da Escola Barão do Rio Branco, conquistaram o primeiro lugar na Corrida de Trilha, prova disputada no final da tarde de sexta-feira, 25, dentro da programação do Extreminho, evento que faz parte do Pantanal Extremo – Jogos de Aventura.

A corrida foi disputada no Parque Marina Gattass. O percurso foi de dois quilômetros, passando também pelo quartel da Polícia Militar Ambiental. Contou com a participação de 150 competidores mirins que tiveram a oportunidade de conhecer toda a adrenalina da Corrida de Trilha, modalidade que une atividade física com o meio ambiente.

Premiação da prova no masculino (Foto: Marcos Boaventura)

No masculino, a prova foi dominada amplamente pela Escola José de Souza Damy que conquistou quatro das cinco primeiras posições. Além de Rodrygo, que ficou em primeiro, subiram ao pódio os atletas Idivan Proença Simão, segundo colocado; Allison Aguilar, terceiro, e Rhian Matheus Oliveira Costa, quinto. A quarta posição ficou com Eliel Cristiano de Souza Ozório, da Escola Djalma de Sampaio Brasil.

No feminino, o Damy também se destacou. Conquistou três posições no pódio com Amanda Arteaga de Arruda, terceiro; Sara Tássio Simão, quarto, e Josiane Silva de Souza, quinto. A prova foi vencida por Keithielly Valdonado Balejo, da Escola Barão do Rio Branco, e Soraya Rodrigues da Silva, em segundo.

Companheirismo

A prova foi marcada por uma cena proporcionada pela atleta Karolayne Victorio M. de Oliveira, de 14 anos, que deixou de lado a disputa pelo pódio, para socorrer uma amiga, Lavínia da Silva Arruda, que passou mal já na reta final da corrida, e foi carregada nas costas por Karol.

“Ela (Lavínia) já tinha sofrido uma queda na subida, próximo da chegada. Perguntei se dava para continuar e ela disse que sim. Mas, em seguida, disse que estava escurecendo tudo em sua volta. Foi aí que peguei sua mão, coloquei-a nas minhas costas e completamos a prova juntas. Todas queriam chegar, ganhar um troféu. Mas quando vi ela sem forças para ir até o final, deixei a disputa de lado para socorrer uma amiga”, revelou Karol ao final da Corrida de Trilha, enquanto Lavínia era atendida pela equipe do Exército Brasileiro, em uma das duas ambulâncias presentes ao local. A outra era do SAMU.

 

extreminho

Karol conclui a prova carregando a amiga Lavínia nas costas (Foto: Marcos Boaventura)

Premiação

A premiação aconteceu logo após a disputa. O prefeito Paulo Duarte participou do ato e destacou a importância da criação do Extreminho em 2015. “Foi uma forma de apresentar aos jovens pantaneiros as emoções dos esportes de aventura”, lembrou, destacando que o ato praticado pela aluna da Escola Municipal Rural Luiz de Albuquerque, do Distrito de Albuquerque, mostrou todo o companheirismo e a união entre as crianças.

A secretária Roseane Limoeiro, de Educação, também participou da atividade e lembrou a presença de todos os professores de Educação Física da Reme não só na competição, mas também nos cursos de formação e qualificação que acontece desde 2014, capacitando e motivando os educadores para levar o esporte para dentro de sala de aula.

https://www.youtube.com/embed/0XKWEpfeHF0

Colunas

Contraponto