Delegacia da mulher apresenta acusado de tentar assassinar esposa com três tiros

Corumbá (MS)- Apontado como responsável por tentar assassinar a própria esposa com três disparos de arma de fogo, Arielson Lopes Gonçalves de 25 anos,  foi apresentado pela Delegacia de Atendimento à Mulher de Corumbá  na tarde desta quarta-feira (14). A prisão ocorreu após os policiais receberem uma denúncia anônima indicando o paradeiro do acusado que […]

Comentar
Compartilhar
14 set 2016 Por Erik Silva 18h30
Acusado vai responder por feminicídio, pena pelo crime pode chegar a 30 anos de prisão / Fotos: Erik Silva

Acusado vai responder por feminicídio, pena pelo crime pode chegar a 30 anos de prisão / Fotos: Erik Silva

Corumbá (MS)- Apontado como responsável por tentar assassinar a própria esposa com três disparos de arma de fogo, Arielson Lopes Gonçalves de 25 anos,  foi apresentado pela Delegacia de Atendimento à Mulher de Corumbá  na tarde desta quarta-feira (14). A prisão ocorreu após os policiais receberem uma denúncia anônima indicando o paradeiro do acusado que estava foragido desde o dia 21 agosto, quando tentou contra a vida da esposa.

De acordo com a delegada Thais Cavalcante, responsável pelo caso, Arielson agiu motivado por ciúmes, uma vez que a vítima, se recusava reatar o relacionamento com ele. “Arielson foi preso na manhã desta quarta-feira depois que uma denúncia anônima indicou que ele estaria escondido na casa da mãe, no bairro cervejaria. No local encontramos o autor juntamente com o veículo utilizado na fuga, ele confessou o crime e disse que após os disparos jogou a arma no rio”, disse a delgada.

Feminicídio

O acusado deverá permanecer detido até a conclusão da investigação e será indiciado pela prática de feminicídio, considerado pela justiça como um crime hediondo. A pena para este tipo de ação pode variar de 12 a 30 anos de reclusão segundo código penal brasileiro.

De acordo com a delegada, acusada estava escondido na casa da mãe

De acordo com a delegada, acusada estava escondido na casa da mãe

O caso

Na manhã do dia 21 de agosto, por volta das 08h40, o acusado teria ido até a casa de uma amiga da vítima na tentativa de reatar na tentativa de reatar o relacionamento amoroso com sua ex-companheira. Ambos estariam na frente da residência e diante da recusa da mulher Arielson sacou uma arma de fogo, calibre 22 e efetuou três disparos de arma de fogo em direção da vítima que acabou sendo atingida por dois tiros nas costas e um na cabeça.

Em seguida o autor fugiu em uma motocicleta seguindo sentido desconhecido. A Polícia Militar foi acionada e no local conseguiu a identificação do rapaz que teria se escondido na casa de familiares.

https://www.youtube.com/embed/0XKWEpfeHF0

Leia Também

Colunas

Contraponto