Eleição de prefeitos do PSDB termina com “reinado” petista na região do Pantanal

As eleições de 2016 elevaram o PSDB a ser o partido mais vitorioso de Mato Grosso do Sul. O resultado das urnas deu aos tucanos 36 prefeituras, o que representa o triplo do resultado das eleições de 2012, quando a legenda fez 12 prefeitos. Com o feito, além do partido comandar o Governo do Estado, […]

Comentar
Compartilhar
03 out 2016 Por Erik Silva 12h30
Dobradinha do PSDB vai comandar as prefeituras de Corumbá e Ladário

Dobradinha do PSDB vai comandar as prefeituras de Corumbá e Ladário

As eleições de 2016 elevaram o PSDB a ser o partido mais vitorioso de Mato Grosso do Sul. O resultado das urnas deu aos tucanos 36 prefeituras, o que representa o triplo do resultado das eleições de 2012, quando a legenda fez 12 prefeitos.

Com o feito, além do partido comandar o Governo do Estado, 46% das prefeituras sul-mato-grossenses passarão a ser comandadas por membros do PSDB a partir de janeiro de 2017. E este número ainda pode subir caso a legenda consiga eleger a atual vice-governadora Rose Modesto como prefeita da Capital.

Na região do pantanal o Partido dos Trabalhadores que nos últimos 16 anos teve os municípios de Corumbá e Ladário sendo comandados por prefeitos eleitos pela sigla, em 2016 sofreu com a debandada de seus membros que lançaram candidaturas por outros partidos e teve de se contentar com a eleição de um único vereador.  Com a sua representatividade comprometida, chega ao fim a soberania de quase duas décadas de governo petista na região.

Em Corumbá, terceira maior cidade do interior sul-mato-grossense, o candidato tucano Ruiter Cunha de Oliveira foi eleito com 46,44% dos votos e em Ladário, Carlos Anibal Ruso conquistou mais de 50% do eleitorado e vai comandar a Pérola do Pantanal nos próximos quatro anos.

Colunas

Contraponto