Embrapa vai receber feira de produtos agroecológicos uma vez por mês

A Embrapa Pantanal vai ficar mais verdinha e colorida na primeira sexta-feira de novembro, dia 04. A partir das 08h15, será lançada a Feira de Produtos em Transição Agroecológica na unidade de pesquisa localizada em Corumbá (MS). A iniciativa, que antes acontecia apenas no campus do Pantanal da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul […]

Comentar
Compartilhar
04 nov 2016 Por Redação 9h41
Feira vai funcionar toda primeira sexta-feira de cada mês / Foto: Divulgação

Feira vai funcionar toda primeira sexta-feira de cada mês / Foto: Divulgação

A Embrapa Pantanal vai ficar mais verdinha e colorida na primeira sexta-feira de novembro, dia 04. A partir das 08h15, será lançada a Feira de Produtos em Transição Agroecológica na unidade de pesquisa localizada em Corumbá (MS). A iniciativa, que antes acontecia apenas no campus do Pantanal da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), agora ganha mais um lugar para que os consumidores tenham acesso à produção de hortaliças livres de produtos químicos realizada por agricultores locais.

“A agroecologia é uma forma de produção agrícola que imita os processos da natureza. Nós trabalhamos a diversidade, a integração entre diferentes culturas. Não se utiliza, de forma alguma, agrotóxicos, adubos químicos ou sementes transgênicas”, esclarece o pesquisador Alberto Feiden, da Embrapa Pantanal. “Usamos técnicas de compostagem, caldas alternativas para o controle de pragas e doenças, rotação de culturas com adubação verde e consórcios entre as culturas”.

É com essas práticas que o Grupo Bem Estar trabalha. Formado por cerca de dez famílias do Assentamento 72, de Ladário (MS), o grupo irá trazer para a feira as colheitas mais recentes de alface, rúcula, couve, cebolinha, coentro, maxixe, berinjela, mandioca, mamão, melancia e outras culturas – todas livres de produtos químicos. “Queremos abrir um novo espaço de comercialização para os agricultores que trabalham conosco”, diz o professor Edgar da Costa, da UFMS. “Assim, permitimos que mais pessoas consumam alimentos produzidos em bases agroecológicas”.

Alberto Feiden completa: “o grupo consegue obter produtos de alta qualidade, que não perdem em nada para os convencionais em termos de tamanho, peso ou aparência”. Para Edgar, participar da feira é uma forma de valorizar o trabalho realizado pelos assentados. “É um reconhecimento da própria sociedade sobre a importância da produção agroecológica para nós, que temos a oportunidade de consumir produtos com segurança alimentar”.

Na UFMS, a feira é realizada às terças-feiras. Na Embrapa Pantanal, ela irá acontecer em toda primeira sexta-feira do mês, no período da manhã. A Feira de Produtos em Transição Agroecológica e o acompanhamento técnico do Grupo Bem Estar são realizados por meio de parcerias entre a Embrapa Pantanal, UFMS, Senar/MS, Sebrae/MS e prefeituras municipais de Corumbá e Ladário.

A abertura ocorreu na manhã desta quarta-feira na sede da Embrapa Pantanal.

Local: Embrapa Pantanal – rua 21 de setembro, nº 1.880, bairro Nossa Senhora de Fátima

 

Leia Também

Colunas

Contraponto