Final do 5° Enduro Pantaneiro de Regularidade acontece neste sábado em Ladário

Como parte das comemorações do sexto aniversário da Baia Negra como Área de Preservação Ambiental que será realizado pela Fundação de Meio Ambiente no sábado, 24 de setembro na sede do Conselho Gestor da APA, o 5° Enduro Pantaneiro de Regularidade chegará a sua etapa final. A prova que definirá seus campeões será disputada em Ladário […]

Comentar
Compartilhar
22 set 2016 Por Erik Silva 10h43

enduroComo parte das comemorações do sexto aniversário da Baia Negra como Área de Preservação Ambiental que será realizado pela Fundação de Meio Ambiente no sábado, 24 de setembro na sede do Conselho Gestor da APA, o 5° Enduro Pantaneiro de Regularidade chegará a sua etapa final.

A prova que definirá seus campeões será disputada em Ladário durante o final de semana. No sábado dia 24 às 9h, a largada oficial será em frente ao Pórtico da Marinha e as trilhas do Enduro Pantaneiro terá o percurso de aproximadamente 150 km, com trilhas de nível médio com baixa dificuldade. Já no domingo a competição terá inicio às 08 horas em frente ao Pórtico da Marinha. O percurso terá aproximadamente 140 km, com trilhas de nível alto e maiores dificuldades.

Como maneira de promover o evento haverá apresentações na Avenida 14 de março, às 19h30 do sábado e às 09 horas do domingo haverá o Trilhão Pantaneiro, onde os participantes serão acompanhados por guias numa das melhores trilhas do Mato Grosso do Sul.

No total serão percorridos quase de 300km ao longo de 12 horas em cima da moto, com trilhas lisas, erosões, pedras, matas, descidas, subidas e tudo mais que uma prova de regularidade pode ter.

O encerramento do evento e a premiação geral da prova serão às 16h de domingo, com entrega dos resultados e dos troféus.

Área de Preservação Ambiental

A Apa Baía Negra é a primeira Unidade de Conservação de Uso Sustentável no Pantanal, que agrega preservação ambiental e sobrevivência das populações tradicionais.  O objetivo é a ocupação sustentável, pois o local possui um valor inesgotável de riquezas históricas, turísticas e arqueológicas, como apontaram os estudos feitos pela Secretaria de Patrimônio da União (SPU) na região, durante a sua criação.

 

https://www.youtube.com/embed/0XKWEpfeHF0

Leia Também

Colunas

Contraponto