Foragido invade hotel para sequestrar filha do dono e é morto com tiro na nuca

Everson era foragido no Brasil e apontado como autor de homicídio. Foi identificado como o brasileiro Everson Andrade da Silva, 29 anos, o homem executado com tiro na nuca, na noite da última segunda-feira (24), depois de invadir um hotel para sequestrar a filha do dono. Caso aconteceu no Hospedaje Rocio, que fica no cruzamento […]

Comentar
Compartilhar
26 out 2016 Por Correio do Estado 9h19

Everson era foragido no Brasil e apontado como autor de homicídio.

execucao-hotel-py-pora-news

Everson não portava documentos pessoais e foi reconhecido pela mãe – Foto: Porã News

Foi identificado como o brasileiro Everson Andrade da Silva, 29 anos, o homem executado com tiro na nuca, na noite da última segunda-feira (24), depois de invadir um hotel para sequestrar a filha do dono. Caso aconteceu no Hospedaje Rocio, que fica no cruzamento das ruas General Diaz e General Bruguez, em Pedro Juan Caballero, região de fronteira entre Brasil e Paraguai.

De acordo com o site Porã News, Everson era foragido no Brasil e apontado como autor de homicídio. Ele e outros três comparsas invadiram o hotel para sequestrar a filha do proprietário e, para intimidar as pessoas, efetuaram vários disparos no local.

Todos estavam com os rostos cobertos por máscaras do tipo balaclava e, quando entraram no hotel perguntaram pela filha do dono, mas não a encontraram. Ao sair do estabelecimento, Everson foi atingido na nuca por um tiro de pistola calibre .9 milímetros e morreu no local.

Na ocasião, Everson não portava documentos pessoais. Agentes da Polícia Nacional do Paraguai deram início as investigações e pediram apoio da Polícia Civil de Ponta Porã. Ele foi reconhecido por sua mãe, que mora no Paraná.

Colunas

Contraponto