Grupo Tonolec abre primeira noite do 13° Fasp

Corumbá (MS) – A primeira noite de shows do festival América do Sul Pantanal (FASP) foi marcada pela imersão de origens culturais do continente latino. A chuva leve refrescou a Praça Generoso Ponce, em Corumbá, aproximando o público do Palco Integração, nesta sexta-feira (11) para ouvir a mistura ancestral contemporânea do grupo argentino Tonolec ,que […]

Comentar
Compartilhar
12 nov 2016 Por Noticias MS 13h34
A vocalista Charo Bogarín também tocou o instrumento andino charango e encantou o público com movimentos corporais / Foto: Eduardo Medeiros

A vocalista Charo Bogarín também tocou o instrumento andino charango e encantou o público com movimentos corporais / Foto: Eduardo Medeiros

Corumbá (MS) – A primeira noite de shows do festival América do Sul Pantanal (FASP) foi marcada pela imersão de origens culturais do continente latino. A chuva leve refrescou a Praça Generoso Ponce, em Corumbá, aproximando o público do Palco Integração, nesta sexta-feira (11) para ouvir a mistura ancestral contemporânea do grupo argentino Tonolec ,que abriu a noite.

Considerado a nova tendência do folk argentino, Tonolec abriu a largada musical mostrando uma fusão extraordinária de música eletrônica com cânticos indígenas dos povos nativos sul-americanos e encantando o público. “Admiro a música argentina e vim aqui para escutar a raiz deles mas o que vi foi simplesmente de toda a América”, exaltou a estudante de artes, Fabiene Castro.

A apresentação de Tonolec trouxe a força de antigos rituais xamânicos quase esquecidos, lembrados com ajuda de instrumentos rústicos e percussões. Teve até quem dançasse ao som da mescla criativa de ritmos ternários simples (valsa e guarânia) com cantos populares de grandes artistas como Mercedes Sosa e outros.

A vocalista Charo Bogarín também tocou o instrumento andino charango e encantou o público com movimentos corporais harmoniosos. Ela e o músico Diego Pérez, iniciaram o projeto em 2005 no intuito de realçar a musicalidade das etnias Toba e Guarani e a identidade musical da Argentina

https://www.youtube.com/embed/0XKWEpfeHF0

Colunas

Contraponto