Juiz Roberto Ferreira filho é homenageado com título de cidadão sul-mato-grossense

Campo Grande (MS)- Na noite desta quarta-feira (19), em sessão solene, a Assembleia Legislativa de MS homenageou 60 personalidades entre Professores, delegados, empresários, produtores, advogados, dirigentes de entidades sociais, pecuarista, médicos, membros do Judiciário, economistas, cerimonialista, padres, ministro, sindicalista, jornalista, integrante da Defensoria Púbica, escritor, cônsul, músicos, políticos e arquitetos, com o título de cidadãos […]

Comentar
Compartilhar
20 out 2016 Por Erik Silva 9h25
Roberto Ferreira Filho ao lado do Deputado Pedro Kemp / Foto: Ascom ALMS

Roberto Ferreira Filho ao lado do Deputado Pedro Kemp / Foto: Ascom ALMS

Campo Grande (MS)- Na noite desta quarta-feira (19), em sessão solene, a Assembleia Legislativa de MS homenageou 60 personalidades entre Professores, delegados, empresários, produtores, advogados, dirigentes de entidades sociais, pecuarista, médicos, membros do Judiciário, economistas, cerimonialista, padres, ministro, sindicalista, jornalista, integrante da Defensoria Púbica, escritor, cônsul, músicos, políticos e arquitetos, com o título de cidadãos sul-mato-grossenses como forma de reconhecer o trabalho realizado pelos homenageados.

De acordo com o presidente da casa e cerimonialista do evento, o deputado Junior Mochi, cada um dos homenageados teve um papel fundamental no desenvolvimento e formação do jovem estado de Mato Grosso do Sul. “Essa sessão solene comprova de forma real que a nossa gente é nossa maior riqueza. As pessoas que hoje estão sendo agraciadas reafirmam que os exemplos e legados engrandecem e escrevem as páginas da história de Mato Grosso do Sul. São pessoas honradas, que ajudaram o Estado a passar por crises, usando soluções criativas. O crescimento do Estado não poderia ser possível sem o valor, o amor e a dedicação destes ilustres cidadãos”, afirmou Mochi.

Entre os homenageados, esteve o juiz Roberto Ferreira Filho que já atuou em Corumbá e foi reconhecidamente intitulado cidadão corumbaense e ladarense, pelos relevantes serviços prestados a comunidade pantaneira. Ele que é natural de Paranavaí (PR), recebeu a homenagem das mãos do Deputado Pedro Kemp e disse que a homenagem o fez relembrar o primeiro dia em que chegou a Mato Grosso do Sul, em 2001, para atuar na magistratura. Ele revela que o título concedido pela Assembleia Legislativa é um reconhecimento ao Poder Judiciário e não a sua pessoa.

“Não se trata de uma questão pessoal, vejo que é um reconhecimento a todos os magistrados. Isso aumenta a minha responsabilidade como juiz, da mesma forma que aumenta o vínculo com o Estado de Mato Grosso do Sul”.

Roberto atuou por oito anos na área da infância e juventude, tento presidido o Fórum Nacional da Justiça Juvenil (Fonajuv). “Foram cinco anos na vara da infância e juventude de Corumbá e três na Capital. Isto fez com que eu deixasse de ser um juiz de gabinete para ter um contato maior com a comunidade, instituições e o poder público. Acredito que este trabalho trouxe visibilidade e por isto fui lembrado pela Casa de Leis”, explicou o juiz.

Com informações Ascom ALMS/TJMS

 

https://www.youtube.com/embed/C2slyyXpoVI

Colunas

Contraponto