Liga Independente das escolas de samba de Corumbá tem novo presidente

Zezinho Martinez foi eleito em eleição realizada na última sexta-feira (11). Novo presidente se diz confiante na realização de um bom carnaval em 2017

Comentar
Compartilhar
16 nov 2016 Por Erik Silva 7h30
Zezinho Martinez retorna ao comando da Liesco / Foto: Erik Silva

Zezinho Martinez retorna ao comando da Liesco / Foto: Erik Silva

Corumbá (MS)- A Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá (Liesco), elegeu seu novo presidente na última sexta-feira (11). José Martinez Neiva, o “Zezinho Martinez”, foi eleito entre os representantes das escolas por 6 votos a 2 e retorna ao comando da entidade após quatro anos. “Fiquei quatro anos afastado da Liga e após ouvir o pedido de pessoas ligadas ao carnaval de Corumbá e receber o apoio da maioria dos presidentes das escolas de samba, aceitei esse desafio em permanecer por mais dois anos e trazer nossa contribuição para o carnaval”, destacou.

Carnaval 2017

De acordo com Zezinho, um dos principais e mais urgentes desafios do início de sua administração, é justamente a organização do Carnaval de Corumbá de 2017. Há pouco mais de dois meses da realização da maior festa do Centro-Oeste brasileiro, apresentar a prestação de contas de todas as escolas de samba referente ao carnaval de 2016 é uma de suas prioridades. “Temos hoje a prestação de uma escola de samba em aberto, apesar da maioria já terem entregues as notas fiscais e todo fechamento do carnaval deste ano, a falta de apenas uma delas compromete a possibilidade que a Liga tem em firmar convênio com a Prefeitura e o Governo do Estado, pois é um dos requisitos exigidos, portanto vamos trabalhar para resolver esta pendência o mais breve possível”, disse ao Folha MS.

Solucionadas as pendências, Zezinho deve buscar – ainda este ano – a possibilidade do convênio com a Prefeitura e o repasse de uma das parcelas até dezembro. “É um momento delicado, o nosso tempo é curto, por isso vou tentar conversar com a comissão de transição do futuro governo e com a atual administração e junto com essas duas frentes, tentar viabilizar o convenio ainda este ano, uma vez que o carnaval é na segunda quinzena de fevereiro e isso de certa forma aperta muito o calendário, mas acredito que se entenderem que é importante, fazer esse convênio e receber a primeira parcela esse ano, eu acredito que conseguimos ainda fazer um bom carnaval”, afirmou Martinez, ressaltando que mesmo que o repasse seja feito em janeiro, o carnaval será realizado da melhor maneira possível, mas o pouco tempo pode comprometer a qualidade das fantasias e a confecção dos carros e alegorias.

Zezinho afirmou que o convênio junto ao Governo do Estado é também de extrema importância para a realização do evento, por este motivo segue na próxima semana para Capital onde se reúne com representantes das fundações responsáveis

“Eu vou estar na próxima segunda-feira em Campo Grande justamente para acompanhar de perto essas mudanças, mas as escolas junto a administração anterior já trouxeram algumas demandas e a maioria das escolas estão quase que prontas nesse aspecto então acredito que não vamos enfrentar tantos problemas, as escolas são pessoas jurídicas e as maiores exigências é relativo a certidões negativas e a maioria estão bem adiantas neste ponto, mas vou acompanhar de perto essa situação”, disse.

Prestação de contas

O novo presidente da Liesco elencou que a sua administração vai trabalhar no acompanhamento rigoroso junto as escolas de samba na questão das prestações de contas e acabar com este problema pontual que persiste em se manter sempre com a aproximação do evento. “Eu quando iniciei na liga em 2006 e lá fiquei até 2012, inclusive eu ressalto que neste período todas as minhas prestações de contas foram aprovadas, e enquanto estive à frente da Liga, primei pela prestação de contas, eu sempre achei que o trato com o dinheiro público deve ser extremamente vigiado com o máximo de cuidado possível, por isso eu criava mecanismos de fazer os repasses meio que casados com as prestações que iam sendo feitas a liga ia liberando os repasses das parcelas. Isso foi feito em comum acordo com os dirigentes das agremiações e essa foi uma fórmula muito boa na época e quero tentar trazer de volta esse modelo de prestações de contas e evitar assim que todos os anos essa história se repita”, concluiu.

A composição da nova diretoria da Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá está composta da seguinte forma;

Presidente: José Martinez Neiva
Vice-Presidente: Neidivaldo Colombo
Primeiro Secretário: Fernando Willian da Costa
Segundo Secretário: Leandro Valhejo Novaes
Primeiro Tesoureiro: Jefferson Silvino
Segundo Tesoureiro: Almir Rivelino Benzi

Leia Também

Colunas

Contraponto