Mato Grosso do Sul comemora o Dia do Professor com maior piso salarial do Brasil

Governo investe na educação com reajuste salarial, capacitação profissional e reforma das escolas públicas do MS Os professores de Mato Grosso do Sul comemoram o dia 15 de outubro com maior piso nacional da categoria. O reajuste de 11,36% no piso salarial de educação, concedido em fevereiro, fez com que Mato Grosso do Sul se tornasse o […]

Comentar
Compartilhar
15 out 2016 Por Noticias MS 9h15

Governo investe na educação com reajuste salarial, capacitação profissional e reforma das escolas públicas do MS

professor

Além da valorização salarial, o Governo também investe – por meio da Secretaria de Educação (SED) – na capacitação dos profissionais da educação

Os professores de Mato Grosso do Sul comemoram o dia 15 de outubro com maior piso nacional da categoria. O reajuste de 11,36% no piso salarial de educação, concedido em fevereiro, fez com que Mato Grosso do Sul se tornasse o Estado com os professores mais bem pagos do País. Um professor com formação de ensino médio, em início de carreira, recebe R$ 3.151,68 para lecionar 40 horas semanais e, o professor com ensino superior, R$ 4.727,67.

Além da valorização salarial, o Governo também investe – por meio da Secretaria de Educação (SED) – na capacitação dos profissionais da educação, com cursos de pós-graduação na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS).

A secretária de Educação, Maria Cecilia Amendola da Motta, diz que proporcionar o melhor salário do Brasil é motivo de comemoração, mas também afirma que é importante investir sempre no conhecimento e na capacitação dos profissionais da educação. “Temos o melhor do salário do País e trabalhando para termos os melhores índices na educação do Estado e isso passa pela valorização do professor, pelo apoio a sua formação. Este é o maior legado que o Governo Reinaldo Azambuja pode deixar”, afirma.

Para que os professores possam ampliar seus conhecimentos e sua formação, a SED formou uma parceria com a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e oferece 590 vagas em cursos de pós-graduação lato sensu para os professores efetivos da Rede Estadual de Ensino. Paralelamente, a SED promove ao longo do ano diferentes formações para seus profissionais, fortalecendo sua atuação e melhorando a aprendizagem dos estudantes.

O Governo também tem realizado reforma nas escolas, distribuição de kits escolares, uniformes e merenda desde o primeiro dia de aula.

Ideb

Este ano, Mato Grosso do Sul também avançou na nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), tanto no ensino fundamental quanto no ensino médio, segundo dados divulgados, no mês passado, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Na ocasião, o governador Reinaldo Azambuja comemorou os números, e disse que a meta do Governo é alcançar a nota 5, até 2018. “Soube que Mato Grosso do Sul melhorou nos 3 níveis, então isso é um avanço da educação pública no Estado, significa que a política que nós defendemos para o setor educacional está dando resultado. Só dois estados melhoraram: Mato Grosso do Sul e Amazonas. Isso para nós é uma conquista, uma conquista a ser comemorada por todos nós em Mato Grosso do Sul. A gente fica contente de ter organizado este setor para ter uma educação de qualidade”, destacou o governador.

Os dados divulgados pelo Inep, mostram que a Rede Estadual de Ensino obteve crescimento significativo ano passado em relação à aferição realizada em 2013. O Índice é verificado a cada dois anos.

Nas séries iniciais do ensino fundamental (até 5ª série), o indicador passou de 5,1 para 5,4, enquanto nas séries finais (de 6ª a 9ª), o índice passou de 3,7 para 4,1. No ensino médio, a evolução foi de 3,4 para 3,5.

https://www.youtube.com/embed/C2slyyXpoVI

Colunas

Contraponto