Moinho e Vale celebram onze anos de parceria e transformações

O Programa Proteger é Preciso, forte mecanismo para o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes em Corumbá e Ladário, reforça neste ano os laços de amizade e onze anos de parceria entre a Vale e o Instituto Moinho Cultural Sul-Americano. E para comemorar esta importante ligação, beneficiários do Moinho e funcionários da Vale […]

Comentar
Compartilhar
09 set 2016 Por Redação 10h56
Beneficiários do Moinho e funcionários da Vale, na avenida 14 de Março, celebram parceria

Beneficiários do Moinho e funcionários da Vale, na avenida 14 de Março, celebram parceria / Foto: Ascom Moinho Cultural

O Programa Proteger é Preciso, forte mecanismo para o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes em Corumbá e Ladário, reforça neste ano os laços de amizade e onze anos de parceria entre a Vale e o Instituto Moinho Cultural Sul-Americano. E para comemorar esta importante ligação, beneficiários do Moinho e funcionários da Vale distribuíram entre a população ladarense mudas de plantas e cataventos, na avenida 14 de Março, durante os festejos dos 238 anos de fundação de Ladário. Os cataventos traziam a inscrição “Vale e Moinho, 11 anos de parceria”.

No desfile comemorativo do aniversário de Ladário, neste dia 2 de setembro, na avenida 14 de Março, alunos da Escola Municipal João Baptista se apresentaram com o banner do Programa Proteger é Preciso. A escola foi uma das unidades da rede pública contempladas com o programa.

A ação em Ladário ganhou mais relevância porque também comemorava os 40 anos da chegada da Vale ao Centro-Oeste, fato que deu novos rumos à mineração da região a partir de 1976. “O Programa Proteger é Preciso é muito importante porque trabalha com a defesa e a educação social e afetivo-sexual de crianças e adolescentes, principalmente aquelas mais vulneráveis”, destacou o gerente de Operações e Relações Instituições da Vale no Centro-Oeste, Olemar Tibães Junior.

Em Corumbá e Ladário, a Vale patrocina 100% do Programa Proteger é Preciso, que já levou palestras, vídeos-documentários e rodas de conversa a 20 escolas da rede pública dos dois municípios. “Investimos mais de 300 mil reais no programa no qual o executor é o Moinho Cultural, um grande parceiro, que a gente já conhece pelo trabalho com responsabilidade e sensibilidade social”, enfatizou Olemar.

A parceria de onze anos com o Moinho também foi destacada pelo gerente de Operações e Relações Institucionais da Vale. “Nesses onze anos de parceria a Vale já investiu mais de 10 milhões de reais no projeto (do Moinho), e é hoje sua grande patrocinadora, o que nos dá muito orgulho, porque é uma forma de realizar e executar nossa visão e missão empresarial, de bom relacionamento, de estar próxima à comunidade”, afirmou.

Mônica Macedo, coordenadora de projetos do Moinho, mencionou a relevância da parceria com a Vale. “Mais que uma parceria, é um amparo”, afirmou. “Durante muitos anos a Vale foi a única parceria, que realmente é sólida, consolidou-se nesses onze anos, muitos resultados já foram colhidos e muitas transformações de vida realizadas”, acrescentou. (Assessoria Moinho)

https://www.youtube.com/embed/0XKWEpfeHF0

Colunas

Contraponto