Moradores ignoram corpo de motorista e saqueiam carga de carne após acidente

O acidente aconteceu na Serra de Maracaju. Depois do acidente que resultou na morte do condutor de um caminhão boiadeiro, Edson Nantes dos Santos, de 39 anos, moradores da região carnearam os bezerros que eram transportados pela vítima antes mesmo do corpo ser retirado do local. O veículo caiu em uma ribanceira de aproximadamente 20 […]

Comentar
Compartilhar
21 set 2016 Por Midiamax 9h34

O acidente aconteceu na Serra de Maracaju.

acidente_nioaque_bois_0

Moradores carnearam bezerros mortos no acidente ignorando o corpo do motorista Foto: WhatsApp

Depois do acidente que resultou na morte do condutor de um caminhão boiadeiro, Edson Nantes dos Santos, de 39 anos, moradores da região carnearam os bezerros que eram transportados pela vítima antes mesmo do corpo ser retirado do local. O veículo caiu em uma ribanceira de aproximadamente 20 metros depois de apresentar problemas mecânicos.

O acidente aconteceu na BR-060, região da Serra de Maracaju, em Nioaque, a 184 quilômetros de Campo Grande. Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), Edson conduzia um caminhão boiadeiro, Mercedes Benz L 1113 com placa de Sidrolândia, quando o sistema de freio do veículo falhou.

A vítima então, que descia a serra, não conseguiu fazer a curva e saiu da pista, capotando no barranco por cerca de 20 metros. Edson foi arremessado e morreu no local. Um colega de trabalho, que era passageiro do caminhão, ficou gravemente ferido, foi socorrido para o hospital de Nioaque, mas transferido para Campo Grande. Ele foi identificado como Wesley da Costa e Silva, de 20 anos.

Todos os bezerros que eram levados pelas vítimas morreram no capotamento e o veículo ficou destruído. Mesmo com o corpo de Edson ainda no local, moradores da região, ao saberem do acidente foram até o local  e passaram a carnear os animais, que pertencem a uma fazenda de Dois Irmãos do Buriti.

Um leitor do Jornal Midiamax fotografou o momento e enviou a imagem para a equipe de reportagem. Na foto, é possível ver cerca de 35 pessoas furtando a carne dos bezerros. O caso foi atendido pela PRF e será registrado na Delegacia de Polícia Civil da cidade.

https://www.youtube.com/embed/0XKWEpfeHF0

Colunas

Contraponto