Mostra de Artes expõe trabalhos artesanais da população em situação de rua

A participação dos usuários em eventos como esse, fortalece a autoestima, efetiva a sociabilidade e a construção de diferentes perspectivas

Comentar
Compartilhar
30 nov 2016 Por Ascom PMC 13h45
A exposição acontece na rua Cuiabá nº 1.252, entre XV de Novembro e 7 de Setembro (Foto: Kleverton Velasques)

A exposição acontece na rua Cuiabá nº 1.252, entre XV de Novembro e 7 de Setembro (Foto: Kleverton Velasques)

Corumbá (MS)- O Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua está sediando nesta quarta-feira, 30 de novembro, a II Mostra de Artes do Centro Pop, onde estão sendo expostos os trabalhos manuais produzidos pelas pessoas atendidas pela instituição pública.

A exposição de artes foi aberta na manhã de hoje, às 07h30, e se estende até às 15h30. É uma realização da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, sob coordenação da Gerência de Proteção Social Especial.

A exposição acontece na sede da instituição, localizada na rua Cuiabá nº 1.252 Centro, entre XV de Novembro e 7 de Setembro. Conta com trabalhos manuais desenvolvidos em oficinas, um dos projetos desenvolvidos no Centro Pop para a socialização da população de rua, que frequenta o local diariamente, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 15h30.

A gerente da pasta, Renata Papa, informa que nesta exposição estão sendo apresentados trabalhos manuais de pintura em quadro, suporte para plantas de material reciclável, trabalhos em biscuit, enfeites de Natal, mesas e bancos de madeira de construção, entre outros produtos. Os trabalhos foram desenvolvidos por cerca de 20 pessoas que frequentam as oficinas de artesanato do Centro Pop desde o início do ano.

No Centro POP são acolhidas as pessoas que por inúmeras razões deixaram o convívio familiar e utilizam a rua como espaço de moradia e sobrevivência, assim uma equipe técnica especializada realiza atendimento psicossocial, atendimento em grupos, oficinas de artesanato, oficina de redução de danos, atendimento jurídico, encaminhamentos para qualificação profissional, encaminhamento para atendimento de saúde, encaminhamento para retirada de documentação civil, além da abordagem social em vias públicas, inclusive atuando com a equipe multidisciplinar do Consultório na Rua.

A participação dos usuários em eventos como esse, fortalece a autoestima, efetiva a sociabilidade e a construção de diferentes perspectivas e a mudança da realidade, além da possibilidade da promoção de renda com a venda dos produtos expostos, gerando qualidade de vida, promovendo a inserção no mercado de trabalho e propiciando a saída das pessoas da condição de rua.

A secretária municipal de Assistência Social e Cidadania, Mabel Marinho Sahib Aguilar, explica que a proposta é chamar a atenção da sociedade. “A exposição das atividades realizadas por eles aumenta sua autoestima, pois se sentem importantes. A população irá conhecer seus trabalhos e suas criações, partindo do seu sentir, pensar e perceber, proporcionando-lhes a oportunidade de legitimar suas vivências, estimulando sua capacidade de transformação”.

https://www.youtube.com/embed/0XKWEpfeHF0

Leia Também

Colunas

Contraponto