MPE investiga supostas irregularidades cometidas por dois vereadores eleitos e um suplente em Corumbá

Corumbá (MS)- Dois vereadores eleitos no último pleito e ainda um candidato suplente de uma coligação serão investigados pelo Ministério Público Estadual.  A informação consta na versão eletrônica do Diário Oficial do MPE desta segunda-feira (24), e de acordo com o documento, um dos investigados é o suplente de vereador João Mário Esteves de Lima, […]

Comentar
Compartilhar
25 out 2016 Por Erik Silva 7h15
Servidores efetivos da Câmara passarão dia do trabalhador sem motivos para comemorar / Foto: Erik Silva

Servidores efetivos da Câmara passarão dia do trabalhador sem motivos para comemorar / Foto: Erik Silva

Corumbá (MS)- Dois vereadores eleitos no último pleito e ainda um candidato suplente de uma coligação serão investigados pelo Ministério Público Estadual.  A informação consta na versão eletrônica do Diário Oficial do MPE desta segunda-feira (24), e de acordo com o documento, um dos investigados é o suplente de vereador João Mário Esteves de Lima, do PP, que obteve 587 votos. O MPE vai “apurar notícia de eventual utilização indevida de veículo ou meios de comunicação social em benefício de candidato ao cargo de vereador identificado como João Mário Esteves de Lima”.

Os outros dois investigados conseguiram se eleger como vereadores e o MPE deve apurar “notícia de eventual prática de abuso de poder econômico em benefício dos candidatos” Manoel Rodrigues (PRB) que obteve 1.068 votos e Adelar Chefer – Gaucho da Pró-Art (PP) que recebeu 1.140 votos na última eleição.

O documento é assinado pelo promotor de Justiça Eleitoral Manoel Veridiano Fukuara Rebello Pinho.

https://www.youtube.com/embed/0XKWEpfeHF0

Leia Também

Colunas

Contraponto