Musicas e danças marcam integração cultural na comemoração do centenário de Roboré em Corumbá

Corumbá (MS)- A cultura mostrou novamente seu papel de integração na noite desta sexta-feira, 07 de outubro, quando a Prefeitura Municipal de Corumbá organizou mais uma edição do Arte e Cultura no Bairro. Desta vez, um evento que somou às atrações locais, o melhor da música e da dança de uma região próxima, mas pouco […]

Comentar
Compartilhar
08 out 2016 Por Ascom PMC 15h38
Evento realizado em Corumbá contou com a presença do Alcaíde de Roboré Ivan Quesada

Evento realizado em Corumbá contou com a presença do Alcaíde de Roboré Ivan Quesada

Corumbá (MS)- A cultura mostrou novamente seu papel de integração na noite desta sexta-feira, 07 de outubro, quando a Prefeitura Municipal de Corumbá organizou mais uma edição do Arte e Cultura no Bairro. Desta vez, um evento que somou às atrações locais, o melhor da música e da dança de uma região próxima, mas pouco conhecida da Bolívia. A cidade de Roboré, distante 240 quilômetros da fronteira Brasil/Bolívia, completa no dia 25 de outubro, 100 anos de fundação e quem ganhou o presente foram os corumbaense que puderam desfrutar da excelência comovente da música barroca com a Orquestra e Coral de Santiago de Chiquitos e das danças típicas com o Balé Municipal de Roboré.

“Isso é muito importante para nós corumbaenses, brasileiros estarmos nesse intercâmbio cultural de grande valor para a nossa cidade. Foi um presente da Prefeitura de Corumbá ao valorizar a cultura que está ao nosso lado e que conhecemos, muitas vezes, tão pouco”, destacou o diretor-presidente da Fundação de Cultura de Corumbá, Joílson Cruz.

Dança mostrou a religiosidade e fé dos bolivianos

Dança mostrou a religiosidade e fé dos bolivianos

Na recém-inaugurada praça de Urkupiña (homenagem à santa de mesmo nome considerada a padroeira da integração nacional boliviana), a população também pode prestigiar a versatilidade de estilos musicais da Banda Municipal Manoel Florêncio, as danças regionais que remetem ao cotidiano do povo pantaneiros com diversos grupos da Oficina de Dança de Corumbá e o samba, ritmo brasileiro que domina a preferência em Corumbá, com a apresentação de Xandão do Cavaco e Mestre Antero, acompanhados das evoluções do mestre-sala Juruna e porta-bandeira Suelen.

Na delegação vinda de Roboré, incluindo músicos, bailarinos e empresários, o prefeito Ivan Quesada afirmou estar bastante contente com a receptividade do povo corumbaense com quem puderam promover importante momento festejo.

“Trouxemos para todos vocês um pouquinho do que é Roboré. Estamos emocionados e desejamos que Corumbá conheça a expressão cultural, histórica e natural de Roboré, incluindo seus povoados como é o caso de Santiago de Chiquitos, que é um refúgio de arte e fé barroca. Todos são bem-vindos e estão convidados a conhecer mais nos visitando, deixamos aqui o convite”, afirmou Quesada.

Entre os atrativos naturais, destacam-se uma infinidade de cachoeiras, as águas termais do povoado de Águas Calientes, o Valle de Tucavaca, o Cerradoe e os Bosques Seos Tropicale, com grande biodiversidade reconhecida mundialmente. Os povoados de Chochis e Santiago de Chiquitos, este útimo fundado por jesuítas em 1754, são provas da forte religiosidade ligada ao povo da Chiquitania e ótimos atrativos turísticos.

dsc_0847

https://www.youtube.com/embed/0XKWEpfeHF0

Colunas

Contraponto