Núcleo de Inteligência Integrado de segurança na fronteira será instalado até dezembro

O estado possui 1.500 quilômetros de fronteiras, sendo 1.131 km com o Paraguai e 386 quilômetros com a Bolívia

Comentar
Compartilhar
29 nov 2016 Por Noticias MS 9h25
Reinaldo assegurou a instalação de núcleo até dezembro deste ano

Reinaldo assegurou a instalação de núcleo até dezembro deste ano

Campo Grande (MS) – Temos um compromisso do ministro da Justiça, Alexandre Moraes de ainda em dezembro instalar o Núcleo de Inteligência para reforçar a segurança pública na fronteira. A afirmação foi feita nesta segunda-feira (28), durante um evento do TCE para prefeitos eleitos e reeleitos, pelo governador Reinaldo Azambuja que esteve em Brasília com o ministro na última sexta-feira. O estado possui 1.500 quilômetros de fronteiras, sendo 1.131 km com o Paraguai e 386 quilômetros com a Bolívia.

Dados da segurança pública nacional apontam que o Estado está entre os que apreendem grandes volumes de drogas. De acordo com a Secretaria de Justiça e Segurança Pública de MS (Sejusp), só no primeiro semestre de 2016 foram mais de 150 toneladas. Devido a esse número, Mato Grosso do Sul vai receber o primeiro dos cinco núcleos de inteligência projetados pelo Governo Federal para reforçar a segurança e combater os crimes de tráfico de drogas e armas na faixa de fronteira.

De acordo com o governador, o Secretário Nacional de Segurança Pública, Celso Perioli, esteve reunido com o Secretário de Justiça e Segurança Pública de MS, José Carlos Barbosa, para garantir que ainda em dezembro o núcleo seja instalado.

“Esse núcleo é importante para trabalhar a inteligência na fronteira. A Força Nacional que é composta de sete mil homens está fazendo um chamamento e vai disponibilizar um grupo maior para as fronteiras de MS. Com isso começamos a sair das discussões e tratativas para a prática, fazendo investimentos importantes para fortalecer a segurança e melhorar a segurança pública no nosso estado”, declarou Reinaldo.

Colunas

Contraponto