Pescadores profissionais já podem requerer benefício do seguro-defeso em Corumbá

Profissionais tem até o dia 20 de fevereiro para realizarem o cadastro

Comentar
Compartilhar
09 nov 2016 Por Erik Silva 14h23
Em todo estado cerca de 3,2 mil pescadores estão aptos a solicitar o benefício / Foto: Erik Silva

Em todo estado cerca de 3,2 mil pescadores estão aptos a solicitar o benefício / Foto: Erik Silva

Corumbá (MS)- Os pescadores profissionais de Corumbá, já podem desde terça-feira (8), dar entrada no cadastramento do benefício para o seguro-defeso em Mato Grosso do Sul. De acordo com Angélica de Lima, presidente da colônia de pescadores Z1, é preciso estar atento para algumas exigências, para que o pescador possa ter direito ao pagamento do benefício.

“Nós pedimos para os pescadores trazerem todos os documentos originais e uma cópia autenticada do RG e CPF, esse ano é necessário que a pessoa esteja em dia com as mensalidades da colônia e a Guia de recolhimento da Previdência Social”, disse. Angélica lembra que o prazo para finalização do cadastro é até o dia 20 de fevereiro, porém, quanto antes o pescador procurar a colônia será melhor, por dia, são distribuídas 50 senhas para atendimento.

Todo pescador profissional tem direito a receber do Governo Federal a quantia de um salário Mínimo durante quatro meses, período onde a pesca comercial fica suspensa para reprodução das espécies. O início dos depósitos está previsto para ocorrer a partir do dia 05 de dezembro segundo a Colónia de Pesca em Corumbá, cerca de 1900 profissionais têm direito ao requisitar o seguro-defeso.

Colunas

Contraponto