PF faz operação em combate à pornografia infantil na Capital e em Bonito

Cerca de 60 policiais cumprem 12 mandados de busca e apreensão

Comentar
Compartilhar
30 nov 2016 Por Correio do Estado 7h39
pf

Operação começou na primeira hora desta manhã e já apreendeu alguns materiais (Foto: Reprodução)

Operação da Polícia Federal é deflagrada na manhã de hoje em combate à pornografia infantil em Campo Grande e Bonito. Denominada como Patruus II, a ação policial tem por objetivo interromper tráfego de arquivos por meio da internet, contendo pornografia em que protagonistas são menores de idade. Cerca de 60 policiais cumprem 12 mandados de busca e apreensão.

De acordo com a PF, investigações se iniciaram depois de denúncias de instituições que trabalham ajudando a encontrar crianças desaparecidas. No decorrer dos trabalhos, foram identificados 12 suspeitos, sendo um deles no município de Bonito e os demais na Capital.

Tráfego de arquivos contendo pornografia infantil por meio da internet configura crime previsto no artigo 241-A do Estatuto da Criança e do Adolescente, cuja pena pode chegar a seis anos de reclusão, além de multa.

A operação foi denominada “Patruus”, que em latim significa tio. Em julho deste ano, a PF prendeu homem que abusava sexualmente da sobrinha. Esta operação é continuidade no combate a este tipo de delito.

Mais informações sobre o desfecho da operação serão divulgadas em entrevista coletiva, às 10h, no auditório da Superintendência Regional da PF, na Capital.

Veja abaixo parte dos trabalhos de policiais federais no início da operação:

Colunas

Contraponto