Prefeitura no Japão surpreende ao consertar cratera em rua em apenas dois dias

Se não bastasse o trabalho de tapar o buraco, os funcionários asfaltaram e pintaram as vias, além de também consertar as tubulações de água e elétricas

Comentar
Compartilhar
15 nov 2016 Por Veja 10h58
Cratera de 800 m² em Fukuoka foi consertada em dois dias

Cratera de 800 m² em Fukuoka foi consertada em dois dias

Em mais uma demonstração do comprometimento e da eficiência japonesa no trato com os bens públicos, a Prefeitura da Fukuoka tapou uma cratera de 800 metros quadrados em uma esquina da cidade em 48 horas, reporta a imprensa local.

Se não bastasse o trabalho de tapar o buraco, os funcionários asfaltaram e pintaram as vias afetadas, além de também consertar as tubulações de água e elétricas que foram danificadas pela cratera, que se abriu no dia 8 de novembro.

O grande buraco provocou interrupções no trânsito e no fornecimento de energia, além de ter forçado a evacuação dos prédios vizinhos. Apesar da dimensão da cratera (cerca de 15 metros de profundidade), as autoridades não reportaram nenhum ferido. As autoridades de Fukuoka, quinta maior cidade do Japão (1,4 milhão de habitantes), acreditam que o afundamento foi provocado pelas águas subterrâneas que fluem nos túneis próximos às obras para a ampliação de uma linha de metrô, informou a agência Kyodo.

Colunas

Contraponto