Reajustado, salário de servidores municipais estará disponível neste sábado

Corumbá (MS)- A Prefeitura de Corumbá informa que o salário do mês de outubro estará disponível para saque neste sábado (29). A medida visa celebrar o Dia do Servidor Público comemorado nesta sexta-feira (28). Os vencimentos já virão com o reajuste previsto para a categoria, no valor de 3,39%. Esta é a segunda parcela do […]

Comentar
Compartilhar
28 out 2016 Por Ascom PMC 8h01
Reajuste celebra Dia do Servidor, comemorado nesta sexta-feira (Foto: Kleverton Velasques)

Reajuste celebra Dia do Servidor, comemorado nesta sexta-feira (Foto: Kleverton Velasques)

Corumbá (MS)-

A Prefeitura de Corumbá informa que o salário do mês de outubro estará disponível para saque neste sábado (29). A medida visa celebrar o Dia do Servidor Público comemorado nesta sexta-feira (28). Os vencimentos já virão com o reajuste previsto para a categoria, no valor de 3,39%.

Esta é a segunda parcela do reajuste concedido neste ano. De acordo com a Lei Complementar Nº 195, de 31 de maio de 2016, o Executivo Municipal concedeu reajuste de 9,39%, sendo este feito em duas parcelas, a primeira foi concedida no mês de maio, quando incidiu em 6% nos proventos dos servidores efetivos.

Mesmo diante de uma crise financeira que ocasionou queda brusca na arrecadação. O reajuste foi possível após avaliações criteriosas a fim de conceder reajuste dentro da capacidade financeira do Município.

“Foi uma forma de valorizar o servidor público, para que todos pudessem receber um aumento dentro das possibilidades financeiras do Município”, explicou o prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, que cumprimentou todos os funcionários púbicos da cidade pela data.

Avanços

Neste 28 de outubro, Dia do Servidor Público, o secretário Municipal de Gestão Pública, Luiz Henrique Maia de Paula, destacou as várias ações implementadas pelo Executivo em prol dos trabalhadores da Prefeitura.

“Houve a regulamentação das férias, dos créditos consignados, plantões dos médicos e enfermeiros, a atualização dos valores das diárias aos servidores, implementação das regras para as cedências de servidores à outras unidades, valorização da categoria dos médicos, cumprimento dos dispositivos da Lei da Ficha Limpa e a de Assédio Moral”, pontuou.

“Além disso, mesmo em uma época de queda na arrecadação, de uma crise econômica nacional, fizemos adequações importantes para continuar pagando o servidor dentro do mês trabalhado e sem escalonar os vencimentos”, concluiu Luiz Henrique.

Colunas

Contraponto