Reforma do Pronto-Socorro vai ser entregue até o final do ano

Secretaria de Saúde pede para que casos de menor gravidade sejam encaminhados para Unidades Básicas de Saúde

Comentar
Compartilhar
07 nov 2016 Por Erik Silva 9h27
Reforma na unidade deve ser entregue até o final do ano / Fotos: Marcos Boaventura

Reforma na unidade deve ser entregue até o final do ano / Fotos: Marcos Boaventura

Corumbá (MS)- As obras de reforma do Pronto-Socorro Municipal localizado na Rua 15 de Novembro, iniciadas no final de outubro, tem a previsão de duração de dois meses e deverão ser entregues até o final do ano. É o que informa a secretária de saúde do município Desiane Pires, reforçando que neste período o atendimento no local não estará suspenso, passando apenas por algumas adequações como a recepção dos pacientes que provisoriamente está sendo realizado pela Rua Colombo, local onde já dava entrada os pacientes que chegavam na unidade de ambulância.

A unidade está recebendo serviços de recuperação na cobertura (telhado) e na forração do prédio eliminando assim algumas infiltrações existentes nas paredes e na laje. Além da reforma no telhado, a parte elétrica passará por uma completa revisão, assim como toda parte hidráulica do prédio. As portas serão trocadas, as janelas reparadas e todo espaço vai contar com pintura nova, os banheiros também serão reformados.

Atendimentos na unidade continuam e entrada está sendo feita pela Rua Colombo

Atendimentos na unidade continuam e entrada está sendo feita pela Rua Colombo

Outra mudança que ocorre durante o período de obras na unidade é a transferência dos atendimentos odontológicos de urgência e emergência no período das 18 horas às 23h59, estão sendo feitos no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), localizado na Rua Colombo, entre as ruas Antônio João e Tiradentes.

A farmácia da UPA do Guató está atendendo pacientes do Pronto-Socorro no período noturno. Há inclusive um veículo oficial da secretaria para buscar o medicamento, caso o paciente tenha dificuldades em se locomover até a UPA.

A secretária de Saúde, Desiane Pires pede compreensão à população, citando ser uma obra necessária para melhorar as condições de atendimento no local. Lembra também que, durante este período, os casos de menor gravidade podem e devem ser atendidos nas Unidades Básicas de Saúde.

“A UPA também estará à disposição para atender as situações mais urgentes. Essa reforma vai melhorar muito o atendimento oferecido no Pronto Socorro. Esse é o principal objetivo do prefeito Paulo Duarte: atender a população da melhor forma possível, principalmente as pessoas que mais precisam”, completou a secretária de Saúde.

Com informações Assessoria de Comunicação PMC

Leia Também

Colunas

Contraponto