Sanesul faz reunião com grupo interessado em implantar usina termoelétrica em Ladário

Campo Grande (MS) – A Diretoria e técnicos da Sanesul se reuniram representantes da Global Participações em Energia S.A para discutir projeto de implantação de usina termoelétrica em Ladário. Entre os temas tratados durante a reunião, realizada na sede da Sanesul, em Campo Grande, estão as minutas do contrato para o fornecimento de água e […]

Comentar
Compartilhar
14 set 2016 Por Erik Silva 9h52
Reunião ocorreu entre os diretores da Sanesul e responsáveis pela empresa dona do projeto

Reunião ocorreu entre os diretores da Sanesul e responsáveis pela empresa dona do projeto

Campo Grande (MS) – A Diretoria e técnicos da Sanesul se reuniram representantes da Global Participações em Energia S.A para discutir projeto de implantação de usina termoelétrica em Ladário. Entre os temas tratados durante a reunião, realizada na sede da Sanesul, em Campo Grande, estão as minutas do contrato para o fornecimento de água e serviços de esgotamento sanitário, além de assuntos relacionados à legislação ambiental no que tange à implantação da usina.

O projeto inicial, que foi desenvolvido pela Bolt Engenharia, agora pertence à Global Participações em Energia S.A, que irá implantar a usina em Ladário. É diretriz do Governo do Estado melhorar a infraestrutura de Mato Grosso do Sul bem como diversificar a matriz energética, e a Sanesul deve ser uma das Empresas indutoras deste desenvolvimento.

Na ocasião, o grupo GPE S.A. buscou mais informações sobre os estudos técnicos e de viabilidade já realizados e também foram discutidas alternativas para fornecimento de água que será utilizada para o resfriamento das caldeiras da usina bem como a destinação correta dos efluentes gerados.

Participaram da reunião, realizada na ultima sexta-feira (09), o diretor-presidente da Sanesul, Luiz Rocha, os diretores de Engenharia e Meio Ambiente da Sanesul, João Carlos da Silva Jorge, de Administração e Finanças, André Soukef, Comercial e de Operações, Onofre Assis, a gerente de projetos, Maria de Lourdes Tapparo e o gestor de projetos de água, Nereu Fontes. Da GPE S.A, participaram da reunião o diretor de Novos Negócios, Valfredo De Assis Filho e o gerente de Novos Negócios Cassiano José de Souza da Silva.

A Usina Termelétrica Fronteira (UTE) será destinada unicamente à produção de energia elétrica, interconectando-se ao Sistema Interligado Nacional – SIN através de uma linha de transmissão em 230 kV.

A inserção elétrica da UTE na rede proporcionará maior confiabilidade ao sistema de abastecimento de energia elétrica na região, e também no atendimento às exigências nas horas de pico, pois se situa na ponta do sistema, não dependendo, para tanto, das pesadas transmissões de longa distância.

https://www.youtube.com/embed/0XKWEpfeHF0

Leia Também

Colunas

Contraponto