Sobrinho mata tio com facadas pelas costas; 3º assassinato em 8h na Capital

Três assassinatos ocorreram em diferentes bairros da cidade Noite de ontem e começo da madrugada de hoje foi de extrema violência em Campo Grande. Em 8h, três pessoas foram assassinadas, duas delas a tiros e a terceira esfaqueada pelas costas. No último caso, o sobrinho é apontado como autor do crime. A série de crimes […]

Comentar
Compartilhar
24 out 2016 Por Correio do Estado 7h37

Três assassinatos ocorreram em diferentes bairros da cidade

homicidio-estrela-do-sul-vr1

Crime ocorreu na casa onde a vítima morava, no Estrela do Sul – Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado

Noite de ontem e começo da madrugada de hoje foi de extrema violência em Campo Grande. Em 8h, três pessoas foram assassinadas, duas delas a tiros e a terceira esfaqueada pelas costas. No último caso, o sobrinho é apontado como autor do crime.

A série de crimes em noite violenta começou por volta das 18h, no Bairro Nova Lima. Poucas horas mais tarde, às 21h, outro assassinato ocorreu no Santa Emília. O terceiro crime aconteceu na Rua Dom Pasquale, no Conjunto Residencial Estrela do Sul, por volta da 1h45min desta segunda-feira. Antônio Vicente Duarte, 54 anos, foi assassinado pelo sobrinho, Carlos Helbert Duarte Sanches, 35, com três facadas nas costas.

Amigo em comum entre vítima e autor relatou para policiais que a casa onde o crime ocorreu era de Antônio. Durante a noite, todos estavam reunidos tomando cerveja quando, em determinado momento, sobrinho e tio se desentenderam por questão familiar. Furioso, Carlos deu soco no rosto do tio e depois da agressão o amigo deles decidiu que seria melhor retirar Antônio do local.

Quando subiam na motocicleta que estava parada na frente do imóvel, Antônio foi atacado pelo sobrinho e atingido com três golpes de faca nas costas. Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel (Samu) tentaram reanimar a vítima, contudo ela não resistiu e morreu ainda no local.

DESESPERO

Depois de esfaquear o tio, Carlos foi até a casa de uma vizinha gritando em confissão ao crime e, depois, voltou para onde Antônio estava e o abraçou, pedindo que não morresse. Em instantes, fugiu do local.

Policiais militares fizeram buscas e encontraram o autor do crime sentado em calçada, ainda na região. Ele estava com a roupa manchada de sangue e, aparentemente, em estado de choque. Negou que tivesse assassinado o tio e perguntou onde a vítima estava.

Carlos tinha ferimento em dedo da mão direita e por isso foi levado para atendimento médico. Depois, foi encaminhado para a delegacia plantonista do Centro e indiciado por homicídio qualificado pela dissimulação ou outro recurso que dificulte defesa da vítima.

https://www.youtube.com/embed/0XKWEpfeHF0

Colunas

Contraponto